domingo, 10 de novembro de 2013

ODE AO PRETO

( ODE : poema lírico de origem grega, louvando alguém ou algum elemento. )

          Antes que me acusem de racista, eu falei ODE, não ÓDIO! Mesmo não utilizando poesia, homenageio essa cor, tantas vezes depreciada. O motivo é a sua ligação com um lado negativo da vida, que vem de tempos bem antigos e de autoria popular.

          Ninguém quer cruzar com um gato PRETO, é azar na certa. Pessoas NEGRAS  são consideradas pobres, criminosas, inferiores, como um estigma medieval. O humor, quando é politicamente incorreto, é taxado de NEGRO e pode dar processo. O avião caiu? Todo o mórbido desenlace está na caixa-PRETA. Morreu alguém e o rabecão, com sua carroceria ESCURA, é que carrega o defunto. O traje PRETO é considerado, por muitos, o mais adequado para o funeral. E, quando acontece um fato ruim, logo se diz que a coisa está PRETA. Ah, chega!

          Chegou a vez de olhar para o lado positivo. O urubu é o simbolo e dá sorte para o time do Flamengo, onde o PRETO é uma das suas cores, assim como do Santos, do Botafogo e do Atlético Mineiro. NEGROS bem sucedidos e honestos, anônimos ou famosos, vemos aos montes. O bom humor do saudoso (e nojento, tchã!) Tião Macalé dizia: "Ô, CRIOULA difícil!". O quadro NEGRO praticamente foi extinto, mas é a lembrança dos momentos de estudo e educação. O ESCURO piche do asfalto traz modernidade e conforto para ruas e avenidas. Numa festa ou solenidade, PRETINHO básico não tem erro: acarreta classe, elegância, sensualidade e ainda emagrece, quem não quer? Até no Ano Novo, que gera a obrigação do branco, usei PRETO e foi um ano maravilhoso, em todos os sentidos. O melhor churrasco é feito na churrasqueira com carvão PRETO e, de sobremesa, a doce jabuticaba, ESCURINHA como ela só.

          Se por um lado temos o ilegal mercado NEGRO e os violentos BLACK Blocs, por outro saboreamos a exótica comida CRIOULA, o reconfortante cafezinho PRETO e nos divertimos no ESCURINHO do cinema. Faço minhas as palavras de Paulo Sergio Valle, musicadas pelo irmão Marcos e cantadas pela Elis Regina: "BLACK is beautiful".

          É lógico que devo ter esquecido muito relacionado com PRETO. Mas tem horas que dá um branco... Então, eu falo rápido:

          - O peito do Pedro é PRETO!

6 comentários:

  1. Show Regina! demorou mesmo. Era "O peito do pé do Pedro é PRETO" ou "O peito do Pedro é PRETO" mesmo? Bjs, Pirralho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto faz, cada 1 tem o seu jeito de falar, mas cuidado, hein?! KKK e bjs

      Excluir
  2. Excelente, mana!
    Bom recomeço!
    Adoro dar um tempo e ler tuas cronicas.
    Diversão sempre! Bjssssssssssssssss, Marcia

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Gostei muito! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Como sempre Rê vc arrasou!

    Mil beijos Lena e Dinho

    ResponderExcluir